Mi Buenos Aires querida

Após uma longa pausa vamos dar outra pausa no falatório sobre Paris, e falar sobre nossos hermanitos arrentinos.

Planejando para onde ir nas férias de junho buscamos um roteiro que juntasse frio, preços baratos e comida boa , e Buenos Aires pareceu uma boa opção.  O Alê ainda não conhecia, eu passei uma semana lá aos 11 anos de idade, numa excursão de criançada, e preferia mil vezes passar o dia na piscina do que conhecer a cidade (ou seja, meus pais pagaram pra eu ir a Buenos Aires ficar uma semana na piscina). E nisso eu fundamento minha teoria de que certos lugares deveriam ser proibidos para menores de 20 anos, não vão aproveitar nada mesmo.

Uruguai num dia agitado

PARANDO PELO URUGUAI

Pegamos um vôo da Pluna com escala em Montevideo, e começam    as grandes surpresas da viagem:

1 – Uruguai tem uma empresa aérea.

2 – Tem aeroporto no Uruguai.

Praticamente o aeroporto todo é tomado pelo Free Shop, um dos melhores que já vi. A escala ia ser curta não fosse a greve em Buenos Aires (chamada lá pelo eufemismo de “tráfego áereo”), e começou a bater fome. Fomos pro único restaurante da área de embarque e nos demos conta de que nem sabíamos qual é a moeda do Uruguai, muito menos a cotação (agora eu sei, peso uruguaio). Os preços todos na casa dos 400, 500 alguma coisa, mas afinal, mesmo num aeroporto dois sanduichinhos de miga de atum e duas cocas não podem ser tão caros assim, certo? ERRADO. Esse mísero lanchinho saiu o roubo de 33 AMARGOS DÓLARES.

Lição 1: JAMAIS comprar NADA sem saber a cotação.

La miga no és muy amiga

Ainda PUTOS com o que viria a ser uma das refeições mais caras da viagem, embarcamos no vôo de meia hora até o Aeroparque de Buenos Aires. Gente, a Pluna é muito barata, mas tão barata que não servem nem uma mísera água a bordo, se vire você.  Tudo pago a preços uruguaios. Quase chegando avisam que o avião ia ficar UMA HORA E MEIA no ar por causa do “tráfego aéreo”.  Nessa altura achamos que não valia a pena ficar mais putos ainda, catei meu laptop e fui jogar The Sims. Mal deu tempo de começar a manipular a vida alheia, passa a aeromoça num surto mandando fechar tudo pro avião descer, porque tinha alguém passando mal (já notaram que o espanhol é uma língua muito legal pra ter pitis?).

Lição 2: Se vierem de palhaçada, enfie o dedo na garganta, vomite, comece a tremer e babe, em dois minutos seu avião estará pousando.

Agora, pode um país do tamanho do Uruguai ter um aeroporto internacional umas mil vezes mais bonito que o aeroporto mais importante do Brasil? Guarulhos não é aeroporto, é uma grande rodoviária onde estacionam aviões.

TCHEGANDO

Se puder, não troque NADA no câmbio  do aeroporto, é a pior cotação que existe. Ou troque só pro táxi até o hotel. Quando você vai pra Arrentina todo mundo diz pra cuidar e só pegar táxi do aeroporto ou que o hotel chamar, mas olha, aeroportos são um mundo à parte, uma quadrilha internacional que cobra preços ridículos por tudo. Então, engula o cansaço e seja forte, não custa nada dar uma comparada nos preços das empresas de táxi, não saia contratando o primeiro, como nós fizemos, e pagamos 76 pesos pelo mesmo trajeto que custou 58 no caminho inverso.

DORMIENDO EN EL HOTEL

Recomendação é uma coisa infeliz, você ama, recomenda, a pessoa vai lá, odeia e a culpa é sua. Isso se eu me importasse, mas tô nem aí, se vai seguir minha recomendação aguente o risco, ou vai no Trip Advisor ler o pitaco de mais gente.

dazzler

Nosso quarto era igual esse mas sem as flores, bandipãoduro.

Ficamos no Dazzler San Martin, um hotel business que fica bem no centro, a uma quadra da Calle Florida, a rua onde mais se ouve português na cidade. O quarto tem cama King Size, banheira, WIFI que pega direitinho sem você precisar ir no lobby e Warner em espanhol, pra você assistir Dos Hombres y Medio (mentira, só o SBT traduz nomes de séries). No hotel ainda tem um spa com piscina aquecida (claro que esquecemos disso na hora de fazer a mala), e massagens baratinhas que você paga a parte. Mas tem que reservar com sei lá, uma semana de antecedência, toda vez que tentamos tava lotado.  Mas gente, calma, é Argentina e ainda é barato.

Melhor lugar na minha opinião pra comprar passagens já era o Decolar.com (ou como os hermanitos chamam, DESPEGAR.COM), e dessa vez compramos o pacote todo lá. Fica mais em conta que comprar separado, o nosso ficou praticamente a metade do que a CVC cobraria.

REAIS, DÓLARES, RÚPIAS, XING LINGS?

Na classificação “coisas que só aprendemos quando não adiantava mais” estava que pagar em Reais vale muito a pena em algumas situações. Enquanto nas casas de câmbio e bancos a cotação ficou em torno de 1,80, em alguns restaurantes e lojas a cotação para compras em real era de 2,50. Em dólar também compensava, mas sempre tem que ter pesos pra metrô, entradas de museus ou pra comprar alfajores num kiosco que não aceite mais nada. Tenha em mente que a economia na argentina é extremamente instável, o que vale agora pode não valer daqui a pouco. Mas ta aí, aviso dado. Nem todo lugar aceita cartão, fazer o quê.

MERCADO

Como sempre, o mercado é seu melhor amigo. Nosso abastecimento diário era composto de:

Dulce de Leche La Serenissima – Nada no mundo se compara ao doce de leite argentino, nada. Especialmente se for La Serenissima.

Grissinis – Qualquer marca tá valendo, é só pra servir de colher pro doce de leite mesmo.

jorgitoaa

Alfajores Jorgito – a marca da infância dos argentinos. Mais honesta que marcas sofisticadas como Havana, deve ser tipo um Dadinho pra eles.

Gaseosa Paso de los Toros sabor Pomelo (grapefruit) – É amargo como um castigo mas perfeito pra equilibrar o doce de leite. Categoria ame ou odeie. Eu odiava desde a primeira vez que enfiei goela abaixo, aos 17 anos, última vez que botei o pé na Argentina. Um garçom me convenceu a dar uma nova chance e ele ganhou um lugar especial junto a todos os refrigerantes ruins que eu adoro, como Dr. Pepper, Guaraná Jesus, Inca Kola e Root Beer.

Próximos posts –  Lugares legais pra visitar, comidas maravilhosas para encher a pança e mucho, mucho más.

Anúncios
Categorias: Buenos Aires, comendo, Informações práticas | 2 Comentários

Navegação de Posts

2 opiniões sobre “Mi Buenos Aires querida

  1. Oláá Lizzie, tudo bom com vc ?! Espero que sim!
    Tô aqui pra te falar que: ACABEI DE VOLTAR DE BUENOS AIRES QUERIIIIIIDOOOO hehehee

    Então…. decidi ir mesmo, peguei férias e fiquei 1 semana lá e vou te dizer: eu gostei demais!! Nem tava dando muita importância, sabe? Tipo, “ahh tô de férias, vou ali em Buenos Aires, só pra não ficar em casa mesmo” huhauhau

    E o melhor de tudo é que tava um friozão que eu amo, depois saiu sol, mas ainda ficou um clima muito agradável (deu pra usar meus casacos e trench coats que eu comprei em Paris kkkkk)

    Me acabei de comer medialunas, parilla, bife de chorizo (e olha que nem sou fan nº 1 de carne vermelha), alfajor, empanada, tudo uma delícia! Conheci muitos lugares, era tudo muito pertinho, tudo concentrado no mesmo lugar.

    O único defeito, que não posso chamar muito de defeito aliás, é uma coisa minha eu ODEIO mortalmente o idioma espanhol… já até tentei, mas não vai de jeito nenhum, tava começando a ficar louca com tanto bueno, bueno, bueno e pero, pero, pero hehehe (fora que eu descobri que é melhor falar o português mesmo, do que tentar enrolar no portunhol, no meu caso o cara até perguntou se eu era americana, acredita?! O_o

    E claro, os hermanitos, eu fiquei encantada, lindos, charmosos, cheirosos hehehe ao contrário dos parisienses que ficavam igual umas samambaias olhando pro além, os hermanos são assim olho no olho, você olhou eles já tão te pedindo seu celular huahauhua viva a latinidade hmmm!!

    Se quiser perder um tempinho vendo as minhas fotos aí vai:

    http://sdrv.ms/RLG9Co

    Beijos Lizzie!

  2. Jacqueline

    A Buenos Aires, vou de ônibus. Mas de Porto Alegre dá umas 20 horas de viagem. E vou de excursão já com hotel ou alugo apartamento pela ByT Argentina. Mas isso de preços de táxis aconteceu foi em Lisboa. Chegamos às 11 da manhã e o bandido do taxista cobrou 15 euros pra nos levar ao hotel e ainda me deu escudos misturados aos euros no troco. Agh! Na volta, de madrugada, o santo taxista nos cobrou 9 euros.

Comente aí

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: